Minha padoca favorita

Sábado levantei e fui pra minha padaria preferida, na Aracaju com a Maranhão, carregando os jornais do dia e mais um material que fui juntando durante a semana. Pensava em temas para meus boletins da MIT. Logo na entrada, o cheirinho de fornada nova já me arrebatou, me dando aquela sensação de conforto. Se tem algo que me deixa de super bom humor e que faz o meu dia começar melhor é comer um bom pão, crocante como deve ser, comido no balcão mesmo. Na minha padaria (cada um tem a sua, não é mesmo?), o dono é português, a farinha é de primeira e os fornos também. Tomar café da manhã ali é um pequeno luxo, desses que provam pra gente que comida como fonte de prazer nada tem a ver com dinheiro. A minha padoca favorita não é estrelada, premiada nem nada disso, ela só é fantástica.

blog_padaria


Posts Relacionados

  • Barbarella powerBarbarella power Às vésperas do dia da Mulher, é tempo de os jornais, revistas e programas de televisão mostrarem exemplos de mulheres guerreiras, […]
  • GastrocomunicaçãoGastrocomunicação Não sei se vocês sabem mas, antes de me tornar chef de cozinha, eu era… Relações Públicas. Bom, também já fui atriz e produtora. Mas é […]