Aloha, Obama!

Depois de muita celebração e votos de esperança, agora finalmente começa na prática a Era Obama. E vou apostar com vocês que, nessa onda de descobertas e novos horizontes que a “Obamamania” trouxe para os EUA, logo mais o Havaí vai virar moda.

Blog_havai

Como você já deve ter lido em alguma das milhões de matérias sobre o mais recente homem mais poderoso do planeta, Obama é de Honolulu, capital daquele que é, de longe, o estado menos americano de toda a América. Também, pudera: localizado naquele pedaço deslumbrante da natureza que é o centro do Oceano Pacífico, o Havaí é repleto de japoneses, filipinos e polinésios, que trazem uma influência cultural absolutamente exclusiva.

Meu vínculo mais intenso com o Havaí vem do meu querido amigo Horácio Seixas – primo de Raulzito, filho da dona Maria Angélica e irmão da escritora superfera Heloísa Seixas –, alguém que sempre me influenciou, desde os tempos de surfe e altas ondas no final dos anos 1970, no Rio e em Santa Catarina. Horácio vive há 30 anos na mesma Pupukea Road, em Haleiwa, onde se dedica a shapear pranchas de surfe e, de quando em quando, me mandar livros de culinária havaiana para me encher de deleite e inspiração. Porque ele sabe que eu adoro aqueles ares de lá, desde sempre.

Dá para imaginar como é a cozinha de um lugar tão rico em influências e que reúne tanto joie de vivre? Só começar a falar daquele clima todo já me dá água na boca: os peixes do Pacífico, a baunilha, muitas frutas…. Humm… Se for para o Havaí entrar na moda, ele será mais do que bem-vindo!

E, para registrar o meu presságio dessa tendência, segue uma receita de poke, uma espécie de ceviche havaiano, que já está no cardápio do Carlota. Também estamos preparando outra receita cheia de hula-hula: um baby pork com abacaxi corado e aquela pururuca da boa.


Poke do Luau
de atum, manga, coco e especiarias

Ingredientes
500g de atum fresco cortado em cubos
2 colheres de chá de óleo de gergelim
3 colheres de sopa de shoyu light
1 colher de chá de alho amassado
1 pimenta-dedo-de-moça ou jalapeño, sem sementes e picada
1/2 xícara de leite de coco
1 xícara de manga fresca cortada em cubos
1 colher de sopa de pimentão vermelho em cubinhos
1 colher de sopa de folhas de coentro
2 colheres de sopa de suco de limão
Lascas de coco assadas no forno

Preparo
Misture o suco de limão, o óleo de gergelim e o shoyu com o alho para marinar por 15 minutos.
Coloque o leite de coco, a pimenta e o pimentão. Misture o peixe e leve para gelar.
Na hora de servir, misture os cubos de manga e decore com as folhas de coentro e as lascas de coco.
Sirva num prato fundo, sobre um quadrado feito de uma folha de bananeira.


Posts Relacionados

  • Discurso magroDiscurso magro Quanta diferença podem fazer algumas pequenas mudanças de hábito para evitar que uma criança seja obesa – e, assim, cresça e se torne um […]
  • Todos os olhos na AméricaTodos os olhos na América Será que alguma vez já se viu a eleição do presidente de um país ser tão comemorada por tanta gente do resto do mundo? Esse […]