Simples como fogo

Blog_alcobacao1

Transcrevo abaixo o texto que fiz para apresentar o livro “A cozinha da Alcobaça – receitas e histórias”, da Laura Góes. Laura é uma senhora de oitenta anos, encantadora, dona de uma pousada em Correias, perto de Petrópolis, chamada Alcobaça, cujo restaurante é uma parada obrigatória para quem estiver passeando pela Serra Fluminense. O livro é uma delícia de ler e as receitas são para todos. Você que é meu leitor aqui vai adorar. Se estiver no Rio, tem lançamento na livraria Argumento do Leblon dia 30!

Quem cozinha pela vida afora acaba por descobrir que lidar com panelas e alimentos nos leva a compreensões muito particulares da existência. Quem nos vê com o olhar desligado enquanto debulhamos uma espiga de milho, mal sabe. Aqueles que nos flagram escorrendo uma massa com a expressão mais séria do mundo, sequer imaginam em qual altura anda o nosso pensamento ao “dirigir um fogão”. Pois é. A filosofia da cozinha é intrigante, séria e prazerosa, por ligar pensamentos ao procedimento mais básico do ser humano: o de alimentar-se para viver.

Essa é a primeira impressão que temos ao ler os textos agrupados neste livro de Laura Góes, mulher com experiência quase espiritual sobre o ato de cozinhar. Como se arrumasse aspargos frescos numa cesta, ela organiza lembranças de fatos aparentemente corriqueiros, mas que logo adquirem uma grandeza espetacular, exatamente por sua tocante simplicidade. Hoje que cozinhar virou uma complicada “arquitetura” (ou briga de egos), as histórias de Laura trazem um conforto indescritível. Ela é simples como o fogo. Entretanto, sabemos quanto mistério, calor e perigo ocultam a combustão das labaredas. Ela é uma labareda.

Blog_LaraLaura aproxima-se de qualquer situação como se levantasse a tampa do caldeirão, curiosa para ver se ali ainda existe algo que valha a pena aproveitar. Assim, em seis décadas de lembranças e aprendizados, surgem relatos de tias, avós, receitas escritas com caligrafias rebuscadas, espantos com a chegada dos eletrodomésticos nos States, os embates para atingir o ponto correto do cozimento, amizades com feirantes, a simpatia dos contatos em volta da mesa, a implicância com detalhes divertidos. Por exemplo: o pavor inicial na fase profissional de que rotulassem a sua comida de “caseira”, a proibição de chamar jantar de “janta”, as transformações onomatopaicas de receitas estrangeiras (Peras à Belle Hélène em “Peras Belelé”), as observações de quem come tudo (o cliente guloso que raspou o tacho de feijão com pedaço de pão), a parentada que inventa receitas mirabolantes, a descrição dos ambientes e dos tipos humanos… Enfim, frases de leituras deliciosas.

Fico feliz ainda por escrever a apresentação deste livro; em segundo, por saber que existem guerreiras da culinária brasileira como Laura Góes. Sim, embora ela comente (e indique) receitas de procedências diversas, sua dicção é brasileira, seu olhar é brasileiro, seu estilo é o refinamento das mil conexões brasileiras. Ela tanto gosta da polenta quanto do steak, defende o feijão preto e a harmonização dos vinhos (sem ser metida), vai da empadinha ao suflê, das compotas ao quebra-queixo, parecendo uma eterna aprendiza dos sabores, das cores, dos cheiros.

Quem além de Laura Góes teria propriedade, elegância e direito de falar que usava guardanapos gigantes, impecavelmente brancos? Alguém mais teria coragem de dizer que adora “panelas velhas” e que acha linda qualquer tranqueira relacionada aos afazeres da cozinha, mesmo quando são vasilhas surradas e sem cabos? Isso é pura poesia, isso é sabedoria.

“A Cozinha do Alcobaça, que bom, não se parece com nenhum livro de culinária contemporânea que encontramos por aí. Esses todos vão passar. O volume singelo e brilhante de Laura Góes tem um destino bem maior: ficar para sempre na cachola de quem gosta de comida. Para sempre, viu, Laura? E deixa o fogo aceso que nós vamos passar por aí.

Sua fã,

Carla Pernambuco

A cozinha da Alcobaça – receitas e histórias (Editora Terceiro Nome)
Autora: Laura Góes
Apresentação: Carla Pernambuco
Projeto gráfico: Mariana Newlands
Ilustrações: Jorge Videira


Posts Relacionados

  • Já viajou no Cada Prato uma Viagem?Já viajou no Cada Prato uma Viagem? No Cada Prato uma Viagem de ontem (que você pode ouvir pelo site da Band News Fm a partir de hoje), falei sobre a Pousada da Alcobaça, […]
  • Alcobaça versão StudioAlcobaça versão Studio Quando pego um livro maravilhoso, com receitas especiais e fotos incríveis, fico empolgadíssima para reproduzir a maioria dos […]