Hipérbole de sabores

sorvetes_img
Moro em São Paulo e me orgulho de encontrar de tudo por aqui. Principalmente quando estou atrás de ingredientes raros, de outras regiões do país, importados, gourmets, biodinâmicos etc. etc. Acontece que algumas coisas não são iguais quando consumidas fora de seu lugar de origem. Podem dizer que o transporte, a refrigeração, ou seja, toda a logística é perfeita, mas como reproduzir o clima de comer um camarão fresquinho na praia ou experimentar um prosciutto incrível em terras italianas? Não dá. A experiência gastronômica, em muitos casos, vai além dos pratos ou dos ingredientes. Tem a ver com as sensações do entorno, a companhia, a atmosfera do lugar.

Estive em Fortaleza recentemente e pensei nisso ao conhecer a sorveteria 50 sabores. Eles fazem sorvetes deliciosos e de tantos sabores (bem mais do que 50), que é impossível, pelo menos para mim, sair de lá sem experimentar alguns vários – nem que for só uma colheradinha.

Fiquei bem confusa para escolher um sorvete de numa lista enorme de opções, que vai desde os mais tradicionais até os que mais chamaram minha atenção: os das frutas nativas. Bacuri, buriti, pavê de cupuaçu, figo ao conhaque, murici, tapioca com açaí, sapoti, siriguela, tamarindo… Os diets também são um arraso: cajá, coco, graviola, maracujá e sapoti. Entenderam minha indecisão?

E como São Paulo realmente tem de tudo, algo próxima dessa sensação você pode ter na Frutos do Brasil (que antes se chamava Frutos do Cerrado) ou na Mil Frutas. Mesmo sem o entorno tropical, dá pra soltar a imaginação e curtir – e muito – um sorvetinho bem arretado.



Posts Relacionados

  • Top baratucoTop baratuco Como estou ficando craque nesse negócio de listas, vide os últimos posts sobre os melhores de Nova York, Califórnia e São Francisco, […]
  • Joana D’Arc de AraxáJoana D’Arc de Araxá Localizada na região do Triângulo Mineiro e Alto Parnaíba, a cidade de Araxá tem nome indígena que significa "Um lugar onde primeiro se […]