Mundo grão


É até engraçado ver como algumas empresas têm se esforçado para chamar a atenção dos ingredientes de seus produtos. Nos pães, começaram com a chamada para os multigrãos, depois 7 grãos e agora parece que o número parou em 12. Com os preparados que levam arroz, o número da sorte continua sendo o sete: 7 cereais e 7 grãos são as novidades do mercado. Mas quais são esses grãos e cereais e para quê eles servem?

Arroz, arroz selvagem, aveia, cevada, trigo, centeio, triticale, soja, canola, linhaça, quinoa, girassol, cevadinha, kümmel. Tudo integral, de preferência. Além das vitaminas, proteínas e minerais, o principal denominador comum desses alimentos são as fibras. É na casca deles que se concentra o maior número delas, essenciais para o bom funcionamento do aparelho digestivo. As fibras não são digeridas pelo corpo, mas absorvem os líquidos e fazem volume, o que torna a digestão mais demorada, possibilitando que o organismo libere menos insulina e de forma mais lenta. Além disso, elas “grudam” nas gorduras, ajudando no processo de eliminação delas. Será que expliquei direito, queridos nutricionistas?

Mas tudo isso me veio à mente depois de ler esta notícia sobre o painço. Presente em alimentos para aves, o cereal (originário da China) vem sendo também consumido por humanos como um agente emagrecedor, por causa das fibras (sempre elas) e do triptofano, um aminoácido que reduz o apetite. A rede Mundo Verde comercializava o produto e chegou a dar dicas de uso em seu blog, mas, pelo menos aqui em São Paulo, o painço não tem aparecido mais nas prateleiras. Fiquei curiosa para testar algumas sugestões que achei na internet: suco com painço germinado e muffin de painço com abóbora. Se alguém achar o cereal por aí, me avisa? Fiquei instigada a me sentir leve como um passarinho. :0)


Posts Relacionados

  • Bom, bonito e saudável!Bom, bonito e saudável! Ganhei de presente da minha amiga e nutricionista Gisela Savioli, o seu livro Escolhas e Impactos – Gastronomia Funcional, escrito em […]
  • Sorria, você está comendoSorria, você está comendo Outro dia falei por aqui sobre minha alegria de, pela gastronomia, poder influenciar diretamente na saúde das pessoas, lembram? Pois neste […]