Kibe do Brique

Salamaleque!

O post de hoje nasceu de uma maneira diferente, foi escrito por um amigo querido, o diretor de criação Laerte Martins, gourmand de primeira.

Conversando com Laerte sobre a minha nova coluna para revista Estilo Zaffari, que se chama “MeGusta Porto Alegre”, um guia dos meus endereços favoritos na capital gaúcha. Pedi ajuda para mapear os quitutes locais e as andanças dele por points na minha cidade natal e eis que recebo por email este texto – prontinho, delicioso, lindamente ilustrado com fotos, luxo total, irresistível – obrigado Laerte!

Bem vindos ao Kibe do Brique.

Saúde!


Kibe do Brique, Este recanto de sabores, aromas e prazeres é o primeiro bistrô árabe da cidade. A Chef Carine Tigre mantém a tradição da culinária libanesa, aprimorando receitas sem perder a autenticidade das iguarias árabes.

Ideal para um lanche ou almoçar com os amigos, o espaço acolhedor oferece diversas guloseimas, com destaque para os kibes recheados – o tradicional com cebola e carne refogados, o com queijo gorgonzola e o com carne e nozes. As pastas e os sanduíches são outras boas opções para acompanhar a limonada árabe, feita especialmente na hora com limão siciliano, hortelã e água de flor de laranjeira…

Ainda para os que gostam de desbravar novos sabores, o falafel frito na hora (enrolado no pão árabe com homus e picles) e a esfiha gratinada (de carne coberta com coalhada e parmesão) são pedidos imperdíveis. Mas não esqueça de perguntar sobre o prato do dia, todos os dias uma novidade com pratinho feito e cheio de temperos especiais.

Dentre os pratos do dia que mudam mês à mês e são fixos nos dias da semana, temos: toda quinta-feira o Kibe Cru, acompanhando de salada, pasta e pão árabe e muita hortelã. Ainda para os mais resistentes à carne, o um prato se destaca: Kibe de ricota e nozes com molho de iogurte acompanhado de espaguete de legumes em manteiga de ervas.

Outra iguaria que caiu no gosto dos gaúchos é o tradicional Kibe Cru de Salmão servido somente às terças-feiras. Alguns pratos vem permanecendo nas sugestões do dia, tais como: Garoupa em crosta de aletria com molho de hortelã e purê de batata libanês, o Fatti de carne com arroz aletria também faz a festa.

As saladas estão presentes como entrada em todos os menus, o tradicional tabule, a salada grega, a salada da chef com tomatinhos, cenoura e damasco ao molho de hortelã e a salada morna servida durante o inverno que é com berinjela grelhada, lentilhas, tâmaras e molho de romã.

Aos sábados normalmente o cardápio é variado, à cada sábado um sugestão diferente.


Posts Relacionados

  • O sírio-libanês naturalizado brasileiroO sírio-libanês naturalizado brasileiro Engraçada a forma como alguns hábitos alimentares chegam ao Brasil e são adaptados rapidamente ao paladar local. É o caso do kibe, por […]
  • MaktubMaktub Imagine só você chegar em Budapeste e ver na mesa de uma família tradicional húngara arroz carreteiro, feijoada, açaí, vatapá... […]