10 Novos

Nova York está se reciclando. Aliás, como faz todos os dias, só que, coincidência ou não, esta nova leva de restaurantes abrindo pela cidade toda é excelente. Tem para todos os gostos e bolsos e aqui vai um guia rapidinho dos Dez Mais, todos novinhos em folha:

1. Alder
Wylie Dufresne (idealizador do wd-50) abriu um lugar bem mais despojado no East Village. Ele descreve como apenas um pub, mas o cardapio desmente: foie gras com iogurte de chartreuse é apenas um de seus pratos e em nada se parece com comida de pub, né não?

2. Carbone
Este fica no Village e abriu com fanfarra, já que é mais um produto da dupla que trouxe os excelentes Torrisi e Parm (Rich Torrisi e Marcio Carbone). De décor retro, tem chão quadriculado vermelho e azul (como as cantinas do Poderoso Chefão) e cozinha italiana old school….

3. Montmartre
Comida americana nouveau e francesa. Só que o hit da casa é um snack bem trivial: chips de mandioca com caponata de beringela e dip de castanha de caju. Fica em Chelsea.

4. Manzanilla
Direto das imaginativas cozinhas espanholas (onde o chef tem 7 restaurantes, um deles com duas estrelas no Michelin), o andaluz Dani Garcia criou um cardápio acessível e popular nesta braserrie espanhola de Murray Hill.  Tapas clássicos em versões modernas (mas sem nenhuma espuma): polvo com tomate picante, tartar de tomate, croquetes de lula, etc. É bom.

5. Pearl and Ash 
Mais um para manter a nova tradição do Bowery chic e minimalista. O chef chama-se Richard Kuo e o cardápio tem uma seleção de crus e pequenos pratos. Você também pode pedir apenas porções de cada prato (e pagar pela porção). Criações interessantes:  codorna sobre romã e camarão doce com iogurte de limão e pólen de abelhas.

6. The Marrow   
No West Village, é o terceiro restaurante do chef Harold Dieterle, conhecido do público por ser vencedor do Top Chef no Bravo. Ele usa bem suas raízes, criando pratos universais, mas com toques que identificam sua ascendência alemã e italiana (como as costelas de carneiro com salmoura de vinagre).  Marrow significa a medula do osso e está onipresente nos restaurantes bacanas da cidade, para deleite dos carnívoros.  No The Marrow é carro-chefe e servido com ouriço.

7. Le Restaurant at All Good Things
Mais um restaurante servindo apenas menus degustação (é o segundo em Tribeca). Fica dentro do mercado gourmet All Good Things e vale a aventura porque o cardápio muda todos os dias.  Só com reservas e apenas de terça a sábado.

8. Pig and Khao
Abriu em Setembro, mas já faz sucesso no LES e ganhou 2 estrelas do New York Times. A cozinha é Filipina e temática: porco.

9. Salvation Taco
Apesar do nome, este é o novo restaurante de uma das melhores chefs em Nova York,  April Bloomfield, portanto vá sem medo. Fica no Pod Hotel em midtown  e o cardápio tem misturas inusitadas, como taco em pão indiano, taco de coxa de frango confit e — como não poderia deixar de ser– a marca registrada de April:  orelhas de porco fritas.

10. The Ellington
No boêmio UWS, o nome deste gastropub faz homenagem a Duke e todos os cocktails tem nomes de músicas de Duke Ellington…. O ambiente é rústico e a cozinha tem clássicos americanos.

 

 


Posts Relacionados

  • Tailandês para Nunca Mais EsquecerTailandês para Nunca Mais Esquecer Pok Pok era um dos restaurantes novos mais esperados do ano: um tailandês comandado por Andy Ricker, um chef que além de premiado, é […]
  • High Line: Pequeno Guia GastronômicoHigh Line: Pequeno Guia Gastronômico Este é um dos lugares mais bacanas de Nova York. Relativamente novo, o High Line é um parque comprido, construído sobre uma antiga linha […]