Costeletas de Cordeiro

Do rústico ao gourmet, um luxo culinário.

Seja pela carne tenra, pelo leite, a lã ou o couro, as ovelhas estão presentes na cultura da humanidade a muito tempo. Fazendo parte de quase todas as culinárias do planeta.
Existem várias raças de ovelha, sub-divididas em raças de lã, de leite, de carne e de dupla aptidão (tipo: lã e carne, lã e leite, carne e leite).
De um tempo pra cá, as costeletas de cordeiro entraram para a lista das preferencias da culinária gourmet.
De uma alimentação camponesa rústica, passou a ocupar o centro de sofisticadas mesas. O produto virou luxo e o preço subiu muito.
Já as alcachofras, sempre tiveram um viés real. Eram encontradas nos jardins de Henrique VIII, foram levadas da Itália para a França por Catharinas de Médici. O Nome Alcachofra vem do árabe (al-kharshûf) e significa “planta espinhuda”. O nome científico é Cynara Cardunculus e, segundo a mitologia grega, Cynara era uma linda jovem que rejeitou Zeus e este, irado transformou-a numa planta espinhuda. Para desespero do deus dos deuses, essa planta ficou deliciosa e continuou a ser desejada.
O melhor de tudo é que além de ser muito saborosa é riquíssima em complexo B, ferro, calcio e fósforo. Tem meia caloria por grama, zero colesterol e é considerada um excelente digestivo, sendo muito utilizada em dietas de desintoxicação e emagrecimento. E batatas .. não requerem muitas considerações .. além de nutritivas, são deliciosas.

Costeletas de Cordeiro (6 porções)
com fundo de alcachofra recheado e torres de batata

costeletas

  • 12 costeletas de cordeiro, com 2 ossos cada, bem limpas
  • sal
  • pimenta-do-reino, moída na hora
  • 2 colheres (sopa) de folhas de alecrim fresco picadas
  • azeite extravirgem

Envolva os ossinhos das costeletas com folha de alumínio. Misture o alecrim com azeite, o suficiente para besuntá-las.
Grelhe as costeletas com sal e pimenta quase na hora de servir até um pouco antes do ponto desejado e reserve-as em uma assadeira, embrulhadas com folha de alumínio.

alcachofras

  • 12 fundos de alcachofra fresca pré-cozidos
  • 2 xícaras de pão de fôrma esfarelado
  • 1 xícara de shitake cortado em tiras
  • 2 colheres (sopa) de ervas frescas (salsinha, manjericão, tomilho e hortelã), picadas e misturadas
  • 1/2 xícara de amêndoas torradas e grosseiramente picadas
  • 2 colheres (sopa) de manteiga
  • sal
  • pimenta-do-reino, moída na hora
  • azeite extravirgem

Em uma frigideira, aqueça a manteiga com um fio de azeite, doure os cogumelos, o pão, e as amêndoas. Junte as ervas. Se necessário, acrescente manteiga para que forme uma farofa bem úmida. Acerte o sal e a pimenta.

torres de batata

  • 12 batatas grandes descascadas
  • 2 colheres (sopa) de folhas de tomilho fresco picadas
  • azeite extravirgem
  • sal
  • pimenta-do-reino, moída na hora

Apare as duas pontas das batatas e descasque as laterais de modo a deixá-las cilíndricas.
Com uma faca afiada, e em ângulo de 45º, faça talhos na batata. Vire de ponta-cabeça e talhe no outro sentido. Coloque a batata na água e, com a mão, retire os pedacinhos dos entalhes. Despreze-os.
Embrulhe as batatas em folha de alumínio, regadas com bastante azeite e salpicadas com tomilho, sal e pimenta. Leve ao forno médio por uns 30 minutos, ou até que as batatas estejam al dente.
Retire do forno e doure em frigideira bem aquecida com um fio de azeite e sirva em seguida para que se mantenham crocantes.


Posts Relacionados

  • Pomo d’DoroPomo d’Doro O tomate é pouco calórico e é considerado a maior fonte de Licopeno disponível. O Licopeno é a substância que dá a cor avermelhada […]
  • Uma ideia saborosa, saudável e refrescanteUma ideia saborosa, saudável e refrescante Iogurt e coalhada a qualquer hora do dia A coalhada sempre recomendação para quem tem dificuldades intestinais. É indicada para […]