Castanhas e ervas… oleaginosas e aromáticas

Para comer na casa de praia, para peixes assados, saladas, massas, etc…

As castanhas fazem parte do controvertido grupo de alimentos que ora são os salvadores da saúde, ora são os vilões. Aqueles que acham que evitando nozes, castanhas, avelãs, pinhole, amêndoas, etc.… estão tendo algum benefício, estão redondamente equivocados. Além de saborosíssimas, as “castanhas” fazem parte de um grupo muito especial: o das frutas oleaginosas, responsáveis por retardar o envelhecimento celular (combatem os radicais livres), previne doenças cardíacas, diminuem os níveis de colesterol do sangue, ajudam a prevenir alguns tipos de câncer e, consumidas sem exagero, não engordam – ao contrario, são indicadas para equilibrar dietas de perda de peso – ricas em gorduras monoinsaturadas – mantém estável os níveis de açúcar no sangue e ativam o metabolismo acelerando a queima de gorduras.
A Castanha-do-Pará é rica em selênio, magnésio, ômega 3, potássio, cálcio e Vitamina E. Na Amazônia corre a voz de que evitam a loucura.
O fato das castanhas e nozes serem uma rica fonte de energia, as colocam na categoria de excelentes ingredientes culinários e não, necessariamente, em vilãs engordantes.
Sou adepta e convicta – fazem bem e tem um sabor diferenciado…

Pesto de Orégano com Pistaches
No processador (modo pulsar) combine 3/4 xícaras de pistachios com 2 dentes de alho, 1 filet de anchova, 1/2 xícara de folhas de orégano fresco e 2 colheres (sopa) de suco de limão.
Acrescente 3/4 de xícara de azeite de oliva em fio, até formar uma pasta.
Tempere com sal e pimenta do reino


Posts Relacionados

  • Uma ideia saborosa, saudável e refrescanteUma ideia saborosa, saudável e refrescante Iogurt e coalhada a qualquer hora do dia A coalhada sempre recomendação para quem tem dificuldades intestinais. É indicada para […]
  • AMORASAMORAS Um exemplo da poderosa família dos berries Em português não temos uma tradução para o termo “berries”, que são aquelas frutinhas […]