ABACATE

Ontem falamos do amaranto e hoje vamos a outro alimento “brotado” do México: o abacate. A fruta teve origem há mais de sete milênios e sempre esteve na base alimentar dos aztecas (um dos povos mais desenvolvidos do antigo mundo). O abacateiro, sabemos todos, é árvore linda, frondosa, robusta. Algumas espécies atingem 20 metros. E seu fruto, claro, não poderia mesmo ser algo mirrado e simples.
O abacate agora é considerado um dos alimentos da categoria “essencial” em dietas saudáveis. Depois de ficar longo tempo na lista dos “pecados calóricos”, foi redimido pelas experimentações da culinária contemporânea e tem sido promovido como item importante na mesa inteligente. Motivos não faltam.
Sim, é uma fruta rica em proteínas e vitaminas. Sim, tem muitas calorias. Exatamente por conter 60% de gordura monoinsaturada, 20% de poliinsaturada e 20% de saturada, o abacate corre o risco de se tornar, quando consumido em excesso, em alimento calórico. OK, mas basta lembrar que em 100 gramas existem 120 Kcal. Ou seja: se comer, coma com moderação. Mas não abra mão de ter um abacate sempre por perto. Outra boa nova: o setor de nutrição do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos garante: a gordura do abacate reduz o colesterol no sangue.

E mais: a fruta contêm mais potássio do que a banana (351 mg por 100 gramas), além de ser, entre TODAS as frutas, a com o maior índice de betacaroteno. A lista de benefícios se estende mais e inclui magnésio, ácido fólico e riboflavina, fator que metaboliza gorduras e açúcares. Outra curiosidade: o abacate é a única fruta a perder açúcar quando amadurece. Mistérios da natureza. Por fim, o fruto diminui o mau colesterol (LDL) e os riscos de arteriosclerose.

Em 1672, W. Hughes – médico da realeza britânica receitou o abacate como “uma das mais raras e prazerosas frutas do Caribe. Dá energia e força ao corpo, fortalecendo o espírito”. Ah, dizem as lendas aztecas que o termo original (“ahuacatl”) significaria “testículo”, colocando a fruta como afrodisíaca. Então, mãos à obra e viva o abacate!

SALADA DE PALMITO PUPUNHA, SHIMEJI, ABACATE E SEMENTES DE ROMÃ

INGREDIENTES

SALADA
500g de palmito pupunha
600g de shimeji
2 colheres de sopa de cebola roxa
1 abacate
2 colheres de sopa de ciboulette picadas
10 galhos de ciboulette

VINAGRETE DE ROMÃ
4 colheres de sopa de semente de romã
5 colheres de sopa de vinagre balsâmico
2 colheres de sopa de água
2 colheres de chá de mel
2 colheres de sopa de xarope de romã
10 colheres de sopa de azeite de oliva
2 colheres de chá de mostarda de dijon
Sal
Pimenta do reino

MODO DE PREPARO
• Para o vinagrete de romã, corte a romã ao meio e retire as sementes. Reserve.
• Numa tigela, coloque os ingredientes, exceto as sementes de romã e bata até ficar homogêneo. Acrescente as sementes de romã.
• Para a salada, passe o palmito num ralador longitudinalmente para obter aspecto de desfiado.
• Retire do shimeji a parte dura de sua base.
• Derreta a manteiga em uma frigideira e refogue a cebola e o alho por 1 minuto. Junte o shimeji, salteie por 3 minutos e tempere com sal e pimenta. Reserve.
• Corte o abacate em cubinhos, junte com o palmito e tempere com o molho (reserve um pouco do molho para decoração).
• No centro do prato, disponha o palmito num aro, coloque por cima o shimeji e decore com galho de ciboulette e o molho restante.


Posts Relacionados

  • Alho NegroAlho Negro O super-alho está chegando   A última novidade que começa a “bombar”  nas publicações que propagam dietas saudáveis é o alho negro. […]
  • BNP3 – pra quem perdeu … ai vem outra vezBNP3 – pra quem perdeu … ai vem outra vez 22h15min: Brasil no Prato no Canal Bem Simples e na Fox Life Encerra o ano e vamos dar mais uma olhada naquele episódio que você […]