AMARANTO

Nas reviravoltas da alimentação humana, surgem –de modo contínuo– novidades, descobertas e “recuperações”. O amaranto poderia se encaixar na última classificação. Afinal, é um grão cultivado há mais de oito mil anos, com valor nutritivo superior a milho, trigo ou arroz, além de ter sido nos tempos pré-colombianos o principal alimento do aztecas do México.
Mas os espanhóis (num mix de intolerância e ignorância) logo proibiram o cultivo do amaranto, fazendo com que a planta se tornasse um vegetal “selvagem”. O grão só voltaria a ser pesquisado na década de 1970, quando os resultados apontaram que ali estava uma opção de alimento extremamente benéfico à saúde.
Os mexicanos pareciam saber disso e usavam o amaranto como base de um doce chamado “Alegria”, servido em períodos festivos. O grão também é popular em algumas parte da Índia, no preparo de um doce (rajgira) feito com mel. Hoje, o amaranto é industrializado e encontrado em lojas e mercados do mundo inteiro, em grãos ou flocos. Cada vez mais, ganhando destaque na onda de comidas saudáveis e poderosas (power food).
E é poderoso mesmo. Fonte de carboidrato, apresenta cerca de 15% de proteínas, além de todos os aminoácidos essenciais ao organismo. Também possui fibras, cálcio, fósforo e selênio (nutriente com excelente ação antioxidante). O grão, embora sem conter glúten, não é digerível in natura. Para ser absorvido pelo metabolismo humano, o amaranto é processado industrialmente e pré-cozido, para depois ser adicionado a diversas receitas.
Vamos partir para a ação? Segue uma receita que inventei com  amaranto.

 

Receita biscoito de Amaranto
Ingredientes
1 ¼ xícaras de farinha de trigo
1 xícara de amaranto em grãos
1 colher de chá de fermento em pó
125 gramas de manteiga

½ xícara de açúcar
⅓ xícara mix de passas de uvas, avelã e amêndoas
½ colher de chá de canela em pó
raspas de 1 limão
1 ovo

Como fazer
Bata 1/2 xic de amaranto grãos no liquidificador e a outra ½ xic reservar. Em uma tijela colocar os ingredientes secos. Incorpore a manteiga até obter uma farofa úmida. Adicione o açúcar, o mix de passas, canela e raspas de limão e misture. Bata levemente o ovo, adicione aos ingredientes secos e misture até formar uma massa dura. Coloque a massa em uma superfície enfarinhada e faça uma bola, cubra com papel filme e leve à geladeira por 20 minutos. Pré-aqueça o forno a 180 º C. Abra a massa com um rolo até que ela fica com cerca de 4 milímetros de espessura. Usando uma faca ou um molde para cortar biscoitos, faça os biscoitos, decore com pedaços de avelãs e amêndoas. Transfira os biscoitos para uma assadeira forrada com papel manteiga e deixe no forno por 10 minutos ou até que dourem nas bordas. Retire para esfriar e sirva.
Rende 36 biscoitos


Posts Relacionados

  • Pomo d’DoroPomo d’Doro O tomate é pouco calórico e é considerado a maior fonte de Licopeno disponível. O Licopeno é a substância que dá a cor avermelhada […]
  • AMORASAMORAS Um exemplo da poderosa família dos berries Em português não temos uma tradução para o termo “berries”, que são aquelas frutinhas […]