AYABÁS

As deusas e suas comidas divinas

Existe uma musica de Gilberto Gil e Caetano Veloso intitulada “As Ayabás”, gravada por Maria Bethânia no show “Doces Bárbaros”. A primeira parte da letra diz assim:

Nenhum outro som no ar
Pra que todo mundo ouça
Eu agora vou cantar
Para todas as moças
Eu agora vou bater
Para todas as moças
Eu agora vou dançar
Para todas as moças
Para todas ayabás
Para todas elas

As ayabás (ou iabás, que significam “moças”) são entidades religiosas femininas dos cultos afro-brasileiros (basicamente do candomblé). Entre elas, Euá, Obá, Yansã, Oxum, Nanã, Yemanjá e outras deusas. Cada uma dessas orixás recebe diferentes oferendas de comidas, levadas pelas iaôs –as sacerdotisas dos cultos, encarregadas de limpar os salões, enfeitar as cerimônias e agradar o desejo de cada ayabá. Assim, além de comidas como acarajé, galinhada, abará, bolinhos de cará, omolocum, caruru ou cocadas, existem os caldinhos especiais das moças: caldinho de abóbora, de cabeça de peixe ou de feijão fradinho. A comida dos cultos africanos é muito saborosa e, infelizmente, pouco lembrada no Brasil. Vamos celebrar as moças do nosso jeito? Êpa-hey!

BOLINHOS DE ARROZ
Rendimento: 8 porções
Categoria: Entrada

Ingredientes:

2 xícaras de arroz branco cozido

1 xícara de leite

1 ovo inteiro

2 colheres (sopa) de queijo catupiry

1/3 de xícara de queijo de minas meia cura, ralado fino

1 colher (sopa) de folhas de salsinha bem picadas

1/2 xícara de cenoura ralada fina

1 colher (sopa) de manteiga

1 colher (chá) de fermento em pó

sal

pimenta-do-reino branca, moída na hora

óleo de milho para fritar

Modo de preparo:

Junte o arroz com o leite e leve ao fogo baixo para cozinhá-lo um pouco mais, mexendo para não grudar no fundo da panela. Doure a cenoura rapidamente em 1 colher de manteiga. Reserve.

Transfira para uma tigela, junte o catupiry, o queijo meia cura ralado, a salsinha, sal, pimenta e o ovo, misture bem. Cuidado para não colocar o ovo no arroz quente para não cozinhá-lo.

Por último, junte o fermento, misture e deixe a massa descansar alguns minutos. Molde os bolinhos com a ajuda de 2 colheres de sopa, formando quenelles. Frite em óleo quente até dourarem.

Sirva-os quentes.

 


Posts Relacionados

  • Batata, doce batataBatata, doce batata Carboidrato quase perfeito Santa batata doce, zelai por nós! Essa popular leguminosa ganhou nos últimos anos o “status” de alimento […]
  • Moquecando no Brasil no Prato com Gil SantosMoquecando no Brasil no Prato com Gil Santos 1º de Outubro, 22h15min: Capítulo Inédito de Brasil no Prato no Canal Bem Simples E a verdadeira moqueca é baiana ou capixaba? Todas […]