Copa & Cozinha: Costa Rica

Vereda tropical 

Geralmente os brasileiros costumam ‘esnobar’ ou demonstrar indiferença perante outras comidas que não sejam as receitas made in Brasil. Isso mudou um pouco apenas em relação ao hábito do fast food imposto por grandes redes do tipo McDonald’s. Bom, mas nem podemos considerar ‘sanduba’ e ‘refri’ como comida, não é? Vocês me entendem.

Então fico surpresa ao lembrar da riqueza da culinária de um pequeno país da América Central, a bela Costa Rica –um dos cenários mais exuberantes do mundo em termos de natureza. Lea eles se referem aos pratos locais como “comida típica”, em que seguem princípios tradicionais dos antepassados. Queijos e derivados lácteos, por exemplo, raramente são usados. Os pratos quase sempre trazem verduras ou frutas como acompanhamentos (ou ambos), fazendo com que sejam sempre ricos em fibras.

Os nativos da Costa Rica se chamam de “Ticos”. Não sei o motivo. Então, os ticos não gostam de comer em excesso e preferem porções exatas e proporcionais, como fazem os europeus. O almoço é considerado a principal refeição do dia e a hora do lanche da tarde é sagrada.

A capital San José oferece dezenas de opções de bons restaurantes, de menus internacionais ou locais. Pelas ruas e mercados, muitas frutas, sucos, barracas de coco e petiscos. Um prato comum precisa ter arroz e feijão, ave ou peixe, bananas fritas, cenoura, tomate e repolho. A banana, do tipo plátano (não deve ser consumida crua; apenas cozida ou frita), talvez seja o snack mais popular da Costa Rica. Outra especialidade dos ticos é o gallo pinto: feijão cozido junto com arroz branco, temperado com cebolas e pimentas, acompanhado de ovos fritos ou tortillas de milho.

Olla de carne é um delicioso guizado com batatas, cenouras, mandioca e pêra selvagem. Sopa negra é uma simples sopa de feijão preto, sopa de mondongo leva tripas e vegetais, guiso de maíz é feita de milho cozido e triturado.

Vegetais são utilizados em quase todas sopas e guizados. O milho reina absoluto em tortillas e panquecas, mas também pode surgir assado e cozido. As empanadas são rechedas com Feijóes, queijos, batatas ou carnes. A variedade de frutas da Costa Rica inclui papaia, manga, abacaxi, melancia, carambolas, melão, amoras, goiabas, abacates, maracujás e zapotes (fruta marrom, maior que um abacate, com polpa muito doce e de cor vermelho-alaranjada.

Os ticos também amam lãs pipas (cocos verdes) e a bizarra pejibaye (quase parente do coco, com polpa grossa e fibrosa, com sabor de abóbora; geralmente é cozida em água e sal, despelada e picada.

Aliás, a Costa Rica tem duas costas ricas: uma costa para o Mar do Caribe, com influência africana, e outra costa para o Oceano Pacífico, mais cosmopolita. Um belo e saboroso país.


Posts Relacionados

  • Aventura na terra dos PiratasAventura na terra dos Piratas A imperdível Cartagena com dicas da minha amiga Patrícia Moll   Do Mar, dos Andes ou da Amazônia, a culinária colombiana se mostra […]
  • Copa & Cozinha: UruguaiCopa & Cozinha: Uruguai Empanadas criollas e humitas Embora consideradas um prato típico da região do Prata, rio que divide a Argentina do Uruguai, as […]