Copa & Cozinha: México

Tacos, nachos e sombreros

Arriba México! A cozinha mexicana se tornou, há décadas, muito popular em todo o mundo. De tacos a enchiladas, de tortillas a nachos, as influências dessa culinária podem ser detectadas em várias outras nacionalidades. Os nativos do país se orgulham de usar produtos naturais (muitas vezes cultivados por eles mesmos), mantendo tradições que passam de geração a geração.

Também pudera: a cozinha mexicana teria cerca de nove mil anos de história. Inscrições de monumentos maias incluem uma variedade gastronômica incrível de batatas, animais locais, insetos, dezenas de tipos de frutas e vegetais que surgiram nas florestas, sendo depois cultivados nas cidades.

Quando os espanhóis chegaram ao México no século 16 (para destruir essas civilizações milenares), os maias e astecas ingeriam cerca de 1.200 calorias por dia, em uma dieta hoje considerada altamente saudável. (Agora, o consumo de calorias per capita no México está entre os mais altos do mundo, infelizmente.) Naquela época, no intuito de adicionar nutrientes à alimentação, eles incluíam todos os tipos de proteínas que dispusessem.

Milho era a base da alimentação nos tempos pré-colombianos. Por ser um vegetal que surgiu ali mesmo, no próprio território mexicano, o milho ainda apresenta dezenas de tipos, formatos e cores. Hoje, é o principal ingrediente de tortillas e tamales, ou usado para dar sabor a pães. Geralmente essas tortillas podem ser recheadas de carne, arroz, feijão ou vegetais.

A atual dieta mexicana, segundo pesquisa da WordPress feita em 2009, é a que mais utiliza pimentas entre todas as outras cozinhas do mundo.  Esta é uma tradição que remonta ao tempo dos maias, que cultuavam as pimentas como alimento quase sagrado. Bueno, para resumir, podemos considerar ainda que os mexicanos na verdade fazem uma fusão das culinárias da América Central com influências hispânicas, em que milho, feijão, carnes e… pimentas formam a base das receitas.

Claro que os espanhóis tentaram de várias maneiras mudar a dieta dos mexicanos colonizados, mas a tradição indígena era muito forte para ser diluída pelos invasores ibéricos. Assim, firmou-se através dos séculos seguintes de modo definitivo, sempre próxima dos costumes populares. Por tantos sabores, cores, aromas, nuances, detalhes, ingredientes e resultados, a cozinha dos mexicanos é considerada pela UNESCO um patrimônio imaterial da humanidade.


Posts Relacionados

  • MarrocosMarrocos Quase mil e uma noites O Marrocos ainda é considerado o melhor portão de entrada para a África do Norte. Além da estabilidade […]
  • Hoje é meu dia de fazer Bolo Hoje é meu dia de fazer Bolo Parabéns para mim, nesta data querida …  Aniversário é coisa muito boa. Quando era pequena, ficava tentando fazer os anos passarem […]